logo png fundo 3

Lives de NPC: entre dinheiro e polêmicas

Nas últimas semanas, conversas sobre as lives de NPC no TikTok tomaram conta das redes sociais. Humilhações, cosplay e ações estranhas acabaram por gerar um alto retorno financeiro, principalmente por ser uma maneira rápida e fácil de enriquecer.

Porém nessa mesma semana, já saíram notícias em que os criadores de conteúdo tiveram suas lives restringidas pelo TikTok. Segundo a plataforma, o tipo de conteúdo é repetitivo e inautêntico. 

Mas as lives dão tanto dinheiro, por que restringí-las? E afinal de contas, por que as lives de NPC do TikTok dão tanto dinheiro? Descubra as respostas nesse post.

O que são as lives de NPC?

NPC significa “Non-playable character”, refere-se aos personagens coadjuvantes de videogame, nos quais os jogadores não têm controle sobre as ações. 

Quem faz a live se veste de acordo com o personagem que preferir, usa voz infantil para falar e o que ditará suas ações serão as doações dos usuários que o assistem. Funciona como se fosse um tipo de videogame mesmo, onde o personagem só toma alguma ação se você controlá-lo.

As lives podem durar horas, com os criadores repetindo uma mesma ação. Como a canadense PinkyDoll, que popularizou a frase “Ice cream so good”, por receber o “presentinho” específico várias vezes. 

A influenciadora de Montreal, Canadá, PinkyDoll se tornou uma das influencers mais destacadas nas lives de NPC

Por que as lives de NPC fazem tanto sucesso?

O sucesso vem através das recompensas que os usuários podem dar aos apresentadores. Opções como “rosa”, “estrela”, “milho” custam moedas – que no fim, são convertidas para dinheiro real. 

Influenciadores já afirmaram ter somado, ao final de uma live, mais de R$ 30 mil. O youtuber Felca, que ficou famoso no país inteiro por conta das lives no TikTok, recebeu mais de R$ 31 mil. Ele afirma ter doado o dinheiro para instituições de caridade.

Muitos influencers e outras personalidades da web atribuíram a restrição do TikTok ao youtuber Felca

Porém, como tudo que dá “dinheiro rápido”, não são todos que conseguem atingir esses números de cinco dígitos. Enquanto muitos aderem a essa tendência, poucos são os que conseguem usufruir dos benefícios dela. Não serve, portanto, para ser um substituto total de renda. 

Se por um lado, vários influenciadores passaram a apostar em lives de NPC no TikTok por conta da grana fácil e rápida, por que tantos usuários não apenas assistem, mas pagam por essa “experiência”? 

A resposta está no controle exercido sobre os apresentadores. É a sensação de poder, ocasionada pela transação “eu pago então você faz o que eu mando”. Em outras plataformas que também proporcionam esse tipo de conteúdo, como OnlyFans e Camera Prive – próprios para conteúdos adultos, os usuários pagam para as modelos realizarem atos eróticos, que podem ser degradantes

Isso estabelece uma relação sem limites seguros e pode levar à superexposição. 

 

As controvérsias das lives de NPC

Se humilhar em troca de dinheiro não é algo novo. Até a década de 1970, ainda haviam os chamados “circo de aberrações” e “show de horrores”, onde pessoas com deficiência eram expostas da maneira mais cruel e indigna possível. Ainda que naquela época não fosse por vontade própria, não deixa de ser uma exposição perigosa. 

A superexposição sem controle é um dos vieses negativos. Sabemos que tecnologias como deep face e agora com o avanço das inteligências artificiais, fica mais fácil ter sua imagem circulando em meios que você sequer imagina. Jovens – principalmente adolescentes, que mentem a idade no momento em que se cadastram na rede, estão muito mais vulneráveis, tanto os que se propõem a fazer lives de NPC quanto os que assistem.

Outro ponto muito criticado é como as lives de NPC expõem a precarização do trabalho, ao mesmo tempo que vendem a falsa promessa de dinheiro rápido e fácil. Mesmo no auge do sucesso das lives, quem fazia uma boa quantia eram os influenciadores, pessoas que já tinham uma boa base de seguidores em outras redes sociais, como Twitter, YouTube, OnlyFans e etc. 

“A base da pirâmide se humilhou nas lives de NPC para ganhar 60 centavos de dólar”, afirma Tiago Cavalcante (via Fast Company Brasil), CEO da Inflr, agência que conecta marcas a influenciadores.

 

As lives de NPC já acabaram?

Os pioneiros sempre conseguirão melhores resultados e quem vem surfar na onda depois, não consegue tanto sucesso. Então não é mais tão fácil ganhar dinheiro assim. 

Segundo a repórter Rebeca Oliveira, as lives de NPC tiveram sucesso por aparecerem nas abas “for you” e “fy”. “A maior parte do dinheiro que vem são de pessoas que estão, às vezes, só passando pelo TikTok e vendo e ficam curiosas e param para assistir”, afirmou a jornalista ao programa Como É Que É?, da Folha de São Paulo.

Agora, para assistir às lives, é necessário seguir os apresentadores, consultando de tempo em tempo se eles estão ao vivo, ou não. 

Apesar de outras plataformas, como o YouTube e Twitch, não restringiram as lives de NPC. Então embora o TikTok agora não possibilite que essas lives cheguem a um maior número de pessoas, ainda é possível ganhar alguma coisa através de outras plataformas que permitam recompensas.

Para Oliveira, o boom das lives de NPC já acabou, é uma piada que já morreu. Quem quer ganhar dinheiro com NPC, não vai mais conseguir.

Agora o que resta é aguardar mais alguma ação do TikTok ou uma nova trend, o que vier mais rápido.

Compartilhe nas Redes Sociais

Se conecte com a
G office 360

Posts Recentes

Onde estamos?

©2023 – Todos os Direitos Reservados Para G Office 360.